PBQP-H

O que é o PBQP-H?

 

O PBQP-H, Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat, é um instrumento do Governo Federal para cumprimento dos compromissos firmados pelo Brasil quando da assinatura da Carta de Istambul (Conferência do Habitat II/1996). A sua meta é organizar o setor da construção civil em torno de duas questões principais: a melhoria da qualidade do habitat e a modernização produtiva.

 

A busca por esses objetivos envolve um conjunto de ações, entre as quais se destacam: avaliação da conformidade de empresas de serviços e obras, melhoria da qualidade de materiais, formação e requalificação de mão-de-obra, normalização técnica, capacitação de laboratórios, avaliação de tecnologias inovadoras, informação ao consumidor e promoção da comunicação entre os setores envolvidos. Dessa forma, espera-se o aumento da competitividade no setor, a melhoria da qualidade de produtos e serviços, a redução de custos e a otimização do uso dos recursos públicos. O objetivo, a longo prazo, é criar um ambiente de isonomia competitiva, que propicie soluções mais baratas e de melhor qualidade para a redução do déficit habitacional no país, atendendo, em especial, a produção habitacional de interesse social.

 

CONCEITO

 

O PBQP-H procura se articular com o setor privado afim de que este potencialize a capacidade de resposta do Programa na implementação do desenvolvimento sustentável do habitat urbano. Por isso, sua estrutura envolve entidades representativas do setor, compostas por duas Coordenações Nacionais, que desenham as diretrizes do Programa em conjunto com o Ministério das Cidades. Tais diretrizes são estabelecidas em fórum próprio, de caráter consultivo: o Comitê Nacional de Desenvolvimento Tecnológico da Habitação – CTECH, cuja presidência é rotativa entre entidades do governo e do setor.

 

O Programa não se vale de novas linhas de financiamento, mas procura estimular o uso eficiente dos recursos existentes, oriundos de diferentes fontes (OGU, FGTS, Poupança etc.) e aplicados por diferentes entidades (CAIXA, BNDES, FINEP, SEBRAE, SENAI, etc.). Por outro lado, o Programa conta com grande contrapartida privada, sendo os recursos do Governo Federal destinados basicamente para custeio, estruturação de novos projetos e divulgação.

 

Uma das grandes virtudes do PBQP-H é a criação e a estruturação de um novo ambiente tecnológico e de gestão para o setor, no qual os agentes podem pautar suas ações específicas visando à modernização, não só em medidas ligadas à tecnologia no sentido estrito (desenvolvimento ou compra de tecnologia; desenvolvimento de processos de produção ou de execução; desenvolvimento de procedimentos de controle; desenvolvimento e uso de componentes industrializados), mas também em tecnologias de organização, de métodos e de ferramentas de gestão (gestão e organização de recursos humanos; gestão da qualidade; gestão de suprimentos; gestão das informações e dos fluxos de produção; gestão de projetos).

 

IMPLANTAÇÃO

 

Como implantar o PBQP-H?

 

Basicamente, sua empresa precisa implementar os requisitos exigidos para tal, que estão constantes na norma SiAC. Quer saber como funciona o processo de certificação do PBQP-h?

Antes de conferir de seguir o passo a passo necessário para adquirir a certificação do PBQP-h, é aconselhável que seja efetuado um planejamento. Nesse plano, é importante avaliar a contratação de uma consultoria para auxiliar sua construtora no processo.

 

O processo do PBQP-h é trabalhoso e contar com uma consultoria especializada, ajuda sua construtora a cumprir às exigências com eficácia. Isso evita retrabalhos e aumenta a chance de conseguir a certificação na primeira tentativa. Conte com a CF3 ENGENHARIA e Perícias!!!

 

Passo a passo para implantar o PBQP-H:

 

1º Enviar declaração

Enviar a declaração de interesse de certificação para o Ministério das Cidades e se inscrever no programa. Essa declaração é um modelo padrão e deve ser assinada e reconhecida em cartório. É desse momento em diante, que começa a implementação do SIAC.

 

2º Proceder com a implementação do SiAC

Nessa etapa é necessário implementar as normas do SiAC. Para ter êxito durante essa parte do processo, preste atenção porque ela se desmembra em três ações. A sua empresa deve buscar:

 

1) Conhecer a norma SiAC:

 

Dentro do PBQP-H está a norma SiAC, que é um ponto importante do programa. O Sistema tem o objetivo de avaliar a conformidade da qualidade das empresas de construção civil. Ele tem caráter evolutivo e possui dois níveis de certificação no PBQP-h: nível A e nível B.

 

Os princípios do SIAC são:

 

• Contar com abrangência nacional e flexibilidade;

• Ter caráter evolutivo e pró-ativo;

• Manter sigilo e transparência;

• Trabalhar com independência;

 

TREINAMENTO

 

Objetivos do Treinamento:

 

• Apresentar os conceitos fundamentais da qualidade pertinentes aos requisitos do PBQP-H;

• Interpretar os requisitos componentes no Referencial Normativo do Sistema de Certificação de Empresas de Serviços e Obras da Construção Civil;

• SiAC e Requisitos Complementares para os SubSetores da Especialidade Técnica Execução de Obras do SiAC;

• Qualificar os profissionais para atuarem como Auditores Internos do Sistema da Qualidade na empresa e em fornecedores;

 

Público Alvo:

 

• Profissionais e gerentes responsáveis pela implementação do Sistema de Gestão da Qualidade, que precisam atender aos requisitos do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat e profissionais que precisam atualizar seus conhecimentos de acordo com a mudança do regimento do SiAC/ PBQP-H.

 

Carga horária:

 

• 16 horas

 

Programa:

 

• PBQP-H: Conceitos e princípios: Requisitos PBQP-H; Processos; Ferramentas Gerenciais aplicáveis ao novo modelo normativo; Indicadores de Desempenho; Melhoria Contínua;

• Integração do PBQPH com a NBR 15575 - Avaliação de Desempenho de Edificações Habitacionais;

• Metodologia da Auditoria de PBQPH: Preparação; Execução; Relatório; Perfil e Qualificação do Auditor; Comunicação durante a Auditoria; Comportamento do Auditor; Estudos de Caso.

AUDITORIA

 

A auditoria do PBQP-H deve estar alinhada com os princípios e regimentos do SiAC.

 

Um dos projetos propulsores do PBQP-H é o Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras (SiAC), que é o resultado da revisão e ampliação do antigo SiQ (Sistema de Qualificação de Empresas de Serviços e Obras). O SiAC tem como objetivo avaliar a conformidade do sistema de gestão da qualidade das empresas de serviços e obras, considerando as características específicas da atuação dessas empresas no setor da construção civil, e baseando-se na série de normas ISO 9000.

 

O Sistema busca contribuir para a evolução dos patamares de qualidade do setor, envolvendo especialidades técnicas de execução de obras, serviços especializados de execução de obras, gerenciamento de obras e de empreendimentos e elaboração de projetos.

 

PRÉ-AUDITORIA

 

Assim que a implementação é concluída, acontece uma pré-auditoria para a certificação do PBQP-h. Essa auditoria é opcional, feita pelo organismo certificador de sua preferência.

Essa auditoria ajuda a identificar pontos que necessitam de alterações antes da inspeção definitiva, capaz de aprovar ou não a construtora. Nela são analisadas se as exigências das normas SiAC estão sendo atendidas e se sua empresa está pronta para ir para a fase final.

 

Graças a essa etapa, a empresa tem a chance de corrigir os erros e aumentar a possibilidade de certificação pelo PBQP-h.

 

AUDITORIA FINAL

 

Nessa etapa ocorre a auditoria de certificação do PBQP-h. Para isso, deve ser contratado um órgão certificador. Antes da auditoria oficial, é feita uma prévia. As pessoas envolvidas nessa última etapa são os gestores responsáveis pela certificação e outros membros da equipe que forem designados para isso.

Na auditoria final o auditor verifica se a empresa está de acordo com todas às exigências correspondentes ao nível de certificação escolhido. É preciso seguir atentamente o que foi exigido pela norma SIAC a fim de conseguir a certificação.

 

OS PRINCÍPIOS DO SIAC SÃO:

 

Abrangência Nacional: o Sistema é único, definido por um Regimento Geral, Regimentos Específicos e Referenciais Normativos, adaptados às diferentes especialidades técnicas e sub-setores da construção civil envolvidos na produção do habitat.

 

Caráter Evolutivo: Regimento estabelece níveis de avaliação da conformidade progressivos, segundo os quais, os sistemas de gestão da qualidade das empresas são avaliados e classificados. Ao mesmo tempo, induz a implantação gradual do sistema da qualidade, dando às empresas o tempo necessário para realizar essa tarefa.

 

Caráter Pró-Ativo: busca-se criar um ambiente de suporte, que oriente as empresas na obtenção do nível de avaliação da conformidade almejado.

 

Flexibilidade: pode se adequar às características regionais, às diferentes tecnologias e às formas de gestão próprias das especialidades técnicas e seus sub-setores.

 

Sigilo: as informações referentes a cada empresa são de caráter confidencial.

 

Transparência: os critérios e decisões tomados devem, necessariamente, ser pautadas pela clareza e impessoalidade.

 

Independência: os agentes envolvidos nas decisões têm autonomia e independência.

 

Publicidade: o Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras não tem fins lucrativos, e a relação de empresas avaliadas em conformidade é pública e divulgada a todos os interessados.

 

Harmonia com o INMETRO: o INMETRO disponibiliza um Programa de Credenciamento específico, de forma que os Certificados de Conformidade para diversos níveis só terão validade se emitidos por

Organismos de Certificação de Obras (OCOs), credenciados pelo INMETRO e autorizados pela Comissão Nacional do SiAC.

 

A CF3 ENGENHARIA é especializada e possui em sua equipe profissionais capacitados para melhor auxiliá-los com experiência e garantia de certificação.

 

Destaque